Receba dicas grátis!

Qual tipo de tesoura é mais seguro para as crianças?

Para trabalhar a coordenação motora, a escola propõe diversas atividades com tesoura na escola. O item está sempre presente nas listas de materiais escolares e é usado durante o ano todo. Mas você sabe qual o melhor tipo de tesoura para criança?

Seja para fazer trabalhos manuais ou simplesmente trazer mais capricho para folhas e cadernos, é importante se atentar para o tipo de tesoura usada pela criança. Afinal, ela deve em primeiro lugar ser segura para não causar acidentes graves.

Então, como escolher o modelo ideal? É o que você descobre agora, com a leitura deste artigo. Vamos lá?

Prefira as tesouras sem ponta

As tesouras sem ponta são as mais recomendadas, até mesmo para crianças mais velhas e com autonomia para recortar sozinhos. Caso escorregue da mão e ocorra um corte, as chances de que ele seja superficial são maiores.

Além disso, é melhor até mesmo para ser guardada. Quando em contato com o estojo ou outros materiais, não arranja, desgastas ou fura as superfícies. É ideal também para recortes em que é preciso girar o papel ou fazer movimentos em ziguezague e curvas.

Vale dar atenção às alças

Existe um tipo de tesoura com alças que auxiliam no corte e na firmeza para produzi-lo. Crianças com dificuldades motoras podem apostar em tesouras adaptadas para graduação de força, que contam com um suporte auxiliar para trazer precisão ao movimento.

Canhotos também conseguem encontrar modelos apropriados que facilitam o uso. Em qualquer que seja o caso, vale a pena observar se os dedos da criança se encaixam bem, não escorregam ou não estão muito livres.

As tesouras decorativas dependem da idade

A partir dos cinco ou seis anos de idade, a criança consegue realizar contornos mais complexos. Sua coordenação está praticamente formada e as bordas do corte não são mais irregulares.

Neste momento, as tesouras decorativas podem ser introduzidas. Elas possuem a lâmina em diferentes formatos, para que o corte saia com ondulações, pontas e até mesmo desenhos diferenciados. É uma excelente maneira de trabalhar a criatividade dos pequenos.

O tipo de tesoura é importante, mas seu tamanho também

Não permita que seu filho utilize tesouras muito grandes e pesadas, mesmo que elas estejam dentro das conformidades já citadas. É importante que ele esteja em contato com produtos adequados para seu tamanho e idade, para que não tenha que lidar com qualquer atraso no desenvolvimento de seus movimentos.

Da mesma forma, tesouras muito pequenas e que não deixam um perfeito encaixe nos dedos podem ser prejudiciais. Opte sempre pela segurança, mas não se esqueça de priorizar também o conforto e praticidade para que a criança não tenha dificuldades no manuseio.

Viu só como não é difícil encontrar o tipo de tesoura ideal para seu filho? Basta seguir essas orientações e buscar por marcas confiáveis que o resultado será excelente. Em pouco tempo, ele conseguirá trabalhar com tesouras mais elaboradas e ser responsável por trabalhos manuais e artesanais bastante criativos.

Gostou de saber um pouco mais sobre este assunto? Se este artigo foi útil para você, não deixe de curtir nossa página do Facebook para acompanhar outros conteúdos tão interessantes quanto esse, além de nossas últimas novidades.

Adicionar comentário