Receba dicas grátis!

03 tipos de pincéis de pintura

Habilidade é necessária, mas os instrumentos são essenciais.

Que habilidades para a arte são necessárias, não restam dúvidas. Mas de que adianta habilidade se ela não estiver acompanhada dos instrumentos para a concretização das ideias?

Mas para que se possa fazer uma obra perfeita, é muito importante, também, que você entenda a utilidade e os tipos de cada item que você vai utilizar. 

Hoje nós vamos te explicar um pouco sobre o pincel de pintura e seus tipos.

Pincéis de diferentes tamanhos

Os tamanhos do pincel são representados por número, sendo de 000 a 20. O artista precisa saber qual tipo de arte vai fazer para poder escolher os tamanhos ideais.

Pincéis e seus formatos

Aqui veremos alguns tipos de pincéis para pintura amadora ou profissional.

  1. O pincel redondo é utilizado para trabalhar com mais precisão e para deixar os rastros de tinta com a mesma espessura. Nesse caso recomendamos que você invista no pincel Pincel Tigre redondo 266-16  feito com pelo de pônei é flexível e poroso, absorve grande volume de tinta, indicado para diversas superfícies como papéis, tecidos finos, cerâmica, vidro, gesso e biscuit.
  1. Com o pincel chato é possível espalhar a tinta de forma mais harmonizada. Tendo um formato parecido, conhecido como língua de gato, que tem um efeito harmonioso e ainda traz o acabamento do pincel redondo.Recomendamos o Pincel Chato Tigre 815-20.
  1. O pincel leque trabalha arrastando a tinta de uma forma bem sutil. Esse pincel é bem utilizado para desenhar folhagens, por exemplo. Recomendamos o Pincel Leque 818-3.

A cerdas e suas diferenças

As cerdas podem variar sua composição. Podem ser naturais, utilizando cabelos macios, pelos de animais ou podem ser sintéticas, normalmente compostas por filamentos de nylon estruturados.

Os pelos naturais mais utilizados são os de marta Kolinsk (eles tendem ser mais caros e raros também), doninha, orelha de porco, esquilo, texugo, quati, camelo, entre outros animais. 

Contudo, os pincéis de filamento sintético já conseguiram alcançar a mesma qualidade, oferecendo ainda uma maior durabilidade.

É preciso levar em consideração, também, a tinta trabalhada e a qualidade desejada, ao escolher o pincel. As cerdas naturais, por exemplo, retêm mais tinta, são macias e flexíveis, enquanto as sintéticas são mais lisas e duras.

Fatores de grande relevância para o acabamento

Temos que considerar um fator em relação às cerdas, que é o seu comprimento. As mais longas, principalmente naturais, tendem a oferecer pinceladas mais arrastadas. 

Mesmo que sejam naturalmente macios e agradáveis de se usufruir, é de grande importância ficar atento à imprevisibilidade desse pincel, tendo em mente que as cerdas ficam mais soltas durante a pintura. 

Já os pincéis de cerdas curtas oferecem mais precisão e controle, permitindo que as marcas fiquem menos fluídas e um pouco mais mecânicas.

Se você não sabia desses detalhes tão importantes, ficamos felizes em compartilhar nosso conhecimento contigo.

Para mais detalhes dos nossos produtos, entra aqui e conheça produtos de artesanato da melhor qualidade. Em nossa papelaria online você encontrará tudo que você precisa e um pouco mais. Só aqui, na Costa Atacado.

Adicionar comentário