Receba dicas grátis!

Descubra o que pode estar deixando seu PC lento

Ninguém deseja ter que clicar várias vezes na mesma área do computador ou ter que esperar longos minutos até que ele “responda”, certo? Porém, é exatamente isso que acontece quando surge o problema de PC lento.

Nesse cenário, inclusive, há constantes congelamentos e o equipamento trava o tempo todo. Em certos casos, como no trabalho, é algo que até impossibilita o uso, já que a experiência é totalmente prejudicada.

Para saber como resolver a questão, veja quais podem ser as causas para PC lento e aprenda a solucioná-las!

O alto consumo de memória é o vilão mais comum

A memória RAM funciona, mais ou menos, como a nossa memória de curto prazo. Ela armazena algumas informações dos processos e programas do computador e aciona esses “conhecimentos” quando os recursos são executados. O problema é que um alto uso desse componente pode deixar o computador lento.

É o que acontece quando o equipamento tem uma capacidade de RAM reduzida, o que exige a substituição por algo maior. Em outros casos, o problema está na quantidade de projetos simultâneos. Ter vários programas abertos e várias tarefas ao mesmo tempo pode prejudicar — e muito — a velocidade de atuação.

A placa de vídeo é outra responsável pelo PC lento

A placa de vídeo é o componente responsável pelos efeitos visuais. Ela tem a ver tanto com as animações e com os vídeos quanto com os jogos realistas. Por isso, é indispensável para a boa performance.

No entanto, uma placa de vídeo integrada e com baixa capacidade pode não suportar as exigências da máquina. Em outros casos, o driver desatualizado impede que ela funcione de maneira precisa.

O fato é que ela pode afetar a memória disponível e dificultar o processamento de informações. Assim, o PC lento é uma realidade, inclusive ao alternar entre os recursos.

A grande quantidade de arquivos torna tudo mais pesado

Todo PC conta com uma capacidade limitada no disco rígido. Esse número representa o quanto é possível armazenar de arquivos no computador, até que ele fique sem espaço. O problema é que o excesso pode prejudicar a performance, mesmo que o limite não seja atingido.

Um disco rígido de 500 GB que tenha 490 GB de arquivos será muito mais pesado que um de mesmo tamanho, mas com “apenas” 100 GB utilizados. Com o excesso de arquivos, pastas e outros elementos, o processador precisa de mais tempo para “ler” todos os dados. Como consequência, a performance é a principal prejudicada.

A presença de vírus também não deve ser descartada

Além de tudo, alguns programas maliciosos e arquivos “contaminados” podem ser os responsáveis pela lentidão do computador. Isso acontece porque alguns códigos executam diversas tarefas em segundo plano ou mesmo prejudicam os componentes estruturais.

Na maioria dos casos, uma limpeza completa dos arquivos infectados já eleva novamente a velocidade de desempenho. Por isso, o ideal é ter um bom antivírus ativo e fazer a verificação frequente para saber se há ameaças presentes no computador.

O PC lento pode ser causado por diversas situações, desde seus componentes internos até características de uso. Ao conhecer quais são as principais ocorrências, é possível evitá-las e aproveitar o equipamento ao máximo.

Para não prejudicar o seu corpo ao usá-lo, veja como acertar a postura no computador com o suporte de monitor!

Adicionar comentário