Receba dicas grátis!

Mochila de rodinha x tradicional: qual comprar para seu filho?

É muito importante escolher uma boa mochila para que seu filho carregue os materiais escolares. Ela deve ser confortável, prática e segura, especialmente se ele tem que lidar com um item maior.

Para tanto, é preciso também observar alguns detalhes, como a idade da criança e sua altura. As opções mais indicadas costumam ser a mochila de rodinha e a mochila tradicional.

Mas qual seria a melhor entre elas, afinal? Tire suas dúvidas a respeito do assunto com este artigo e faça uma compra adequada!

Quais são as características da mochila tradicional?

A mochila tradicional é indicada para crianças a partir de 12 anos, que têm mais independência e desenvoltura para cuidar de seus pertences. As alças devem ser acolchoadas e bem resistentes, de forma a distribuir igualmente o peso da carga nos ombros.

O material também deve ser de qualidade e muito bem estruturado, já que provavelmente o aluno carregará muitos cadernos e livros de peso maior. A altura e a largura da mochila não devem ultrapassar o tamanho do tronco da criança, o que garante um ajuste perfeito.

Na hora do uso, o acessório deve ficar bem rente ao corpo. Do contrário, a coluna e a lombar terão que receber uma pressão grande, fazendo com que seu filho se sinta desconfortável e até mesmo sinta dores.

E a mochila de rodinha, o que tem de especial?

A mochila de rodinha, por sua vez, é mais recomendada para crianças entre 3 e 11 anos. Como ainda são menores, é mais fácil para os pequenos transportarem os materiais sem ter que carregá-los nas costas todos os dias.

Contudo, se usada inadequadamente, é provável que essa mochila também cause problemas e desconfortos para seu filho. O mais comum deles é a má postura, então verifique sempre se o puxador da mochila está na altura ideal para o tamanho da criança.

O braço deve estar sempre esticado por completo ao alcançá-lo, enquanto as costas precisam se manter retas. Essa mochila é um pouco mais pesada por causa da estrutura para as rodas e pode ser difícil de usar em calçadas com muito relevo.

Sendo assim, qual delas é a melhor alternativa?

Como é possível perceber, tanto a mochila de rodinha quando a mochila tradicional demonstram vantagens e desvantagens. Vale a pena avaliar o estilo de vida de seu filho, suas necessidades primordiais e a quantidade de material a ser levado diariamente.

Algumas escolas permitem que parte dos itens sejam deixados por lá, para diminuir a carga, o que contribui nessa decisão. Em ambos os modelos, confira se existem compartimentos internos que ajudem em uma boa distribuição de peso e organização geral de itens.

Por fim, veja também qual é a preferência de seu filho. O uso constante do acessório será dele, e é importante que ele se sinta à vontade em relação a isso.

Este artigo foi útil para você? Aproveite para compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais e ajude outros pais a fazerem a escolha correta sobre a mochila das crianças!

 

Adicionar comentário