Receba dicas grátis!

Planner x agenda: veja as características e vantagens de cada um

Você está em dúvida se vai escolher um planner ou uma agenda para organizar suas atividades? Antes de se decidir, é fundamental conhecer as características de cada um, assim como suas vantagens. Dessa forma, você poderá optar pelo modelo que melhor atende às suas necessidades.

Uma agenda escolar ou uma agenda comercial é baseada na cronologia, embora comporte um pouco de espaço para anotações mais livres. Já o planner permite uma escrita com mais liberdade e criatividade, sem amarrações cronológicas. 

Vamos explicar o que caracteriza o planner e a agenda para que você possa entender melhor as diferenças. Confira!

A agenda só pode ser usada em um determinado ano

Os modelos de agenda em geral, inclusive a agenda comercial, ao contrário do planner, apresentam datas em suas páginas. Isso faz com que a agenda só possa ser usada ao longo daquele ano. Isso facilita a visualização das anotações e dos compromissos marcados, como reuniões e prazos determinados. 

A proposta da agenda já vem “pronta”, ao contrário do planner. Por isso, a agenda tradicional é muito indicada para quem segue uma rotina administrativa ou comercial, com tarefas pontuais, como pagamento de impostos.

O planner é ideal para quem quer flexibilidade

Os tipos de planner diário, mensal ou semanal não apresentam datas determinadas pelos anos. Por isso, são mais indicados para quem quer flexibilidade. As pessoas que não usam a agenda diariamente podem ver o planner mensal mais vantajoso do que uma agenda tradicional. 

Enquanto uma agenda organiza as tarefas do dia a dia, um planner engloba o controle de vários aspectos da vida de uma pessoa, inclusive seus projetos. Há bastante espaço para textos livres, ilustrações e colagens que facilitam a memorização de tarefas.

A agenda oferece mais espaço para outras informações

Outra característica da agenda é atraente para quem precisa anotar mais volume de informações e dados. Os modelos de agenda comercial oferecem espaços para colocarmos nossos dados pessoais e de contatos. Além disso, há espaços para planejamentos mensais, o que ajuda na anotação das metas e dos objetivos a curto e médio prazo. Sem falar nas páginas para anotações livres.

O planner conta com mais recursos visuais

Os recursos visuais contidos no planner agradam quem gosta de elementos gráficos. É possível usar gráficos, lembretes, anotações sobre diversas atividades e ir montando o seu dia. Os mais criativos vão gostar mais dos modelos de planner mensal e planner semanal por conta da maior liberdade para a escrita.

No planner semanal, você pode escrever seus objetivos para cada semana e encaixar as pequenas atividades referentes às metas em sua programação. Tarefas menores e mais detalhadas podem preencher as páginas. O planner nos ajuda a focar nas atividades mais práticas, favorecendo uma gestão mais realista do tempo.

Tanto a agenda quanto o planner são muito úteis para o planejamento de nossas atividades, embora tenham características diferentes. Se você gosta de organizar suas tarefas de maneira mais cronológica, a agenda é mais apropriada. Você se organiza com mais autonomia, com foco em suas metas, e gosta de se expressar livremente? Então provavelmente o planner é o modelo mais apropriado para o seu caso. 

Agora deu para entender as diferenças entre um planner e uma agenda? Então comece a seguir a gente agora mesmo no Facebook e no Instagram para ver mais informações sobre artigos de papelaria!

Adicionar comentário