Receba dicas grátis!

Sustentabilidade: como efetuar o descarte correto de materiais de escritório?

Somente em nossa país, cerca de 26 mil toneladas de lixo são produzidas diariamente. Esse número inclui o lixo doméstico, é claro, mas também aquele proveniente do ambiente de trabalho.

Mas muita gente não sabe exatamente como efetuar o descarte correto de materiais de escritório. Do contrário, pelo menos metade desse número poderia diminuir. 

Quer implementar a sustentabilidade no dia a dia da empresa e ajudar a mudar esse cenário? Então é hora de ler esse artigo e descobrir como!

Por que investir em um descarte correto?

Embora colocar tudo em um único saco e esperar pelo caminhão de lixo pareça mais fácil, essa ação acarreta em muito prejuízo para o meio-ambiente. Para começar, em relação a poluição nas ruas, caso algo caia ou um recipiente seja rasgado.

A partir disso, o entupimento de valas e esgotos pode ser causado e são a porta de entrada para enchentes. Caso o lixo seja encaminhado para um lixão, nem sempre haverá um aterro adequado ali.

Os lençóis freáticos e o solo podem ser contaminados e, mais tarde, lagoas, mares e córregos são atingidos. Ou seja, deixar a sustentabilidade de lado faz parte de uma consequência enorme.

Onde deixar os materiais de escritório?

Descartar o lixo do escritório é importante porque, em sua maioria, existe a possibilidade de reciclagem. Plástico, papel e vidro são recolhidos pela coleta, e é muito fácil separá-los de acordo para facilitar essa questão.

Já cadeiras e mesas, por exemplo, podem ser reaproveitados de outras maneiras. Existem instituições que reestruturam esses móveis e os transformam em outros utilitários. 

Pilhas, lâmpadas e baterias, por sua vez, já contam com pontos de descarte nas cidades. Basta se informar na prefeitura ou no órgão público responsável pela sustentabilidade e descobrir os endereços para encaminhamento.

Como otimizar o descarte?

Além de separar o lixo do trabalho, você também pode ajudar a otimizar o descarte dos materiais de escritório. Por exemplo, se lida com muitos documentos importantes e com informações confidenciais, vale a pena investir em uma fragmentadora de papel.

Ela rasga as folhas em tiras e elimina qualquer chance de que esses dados vazem. Além de já ficarem apropriadas para passar pelo processo de reciclagem.

Algumas máquinas suportam até mesmo papéis mais grossos, como cartolinas e papelão. Outra sugestão é deixar o copo descartável de lado e usar sempre uma garrafa de água reutilizável. Com pequenas atitudes, é possível fazer uma grande diferença e tornar a sustentabilidade um diferencial na empresa.

Diante dessas dicas e orientações, é fácil perceber que o descarte de materiais de escritório não é algo difícil de se fazer. Pelo contrário, é algo que pode se tornar cada vez mais acessível quando toda a equipe se conscientiza e participa desses processos. Então, que tal começar a promover uma consciência mais sustentável em seu local de trabalho?

Se você acha que esse artigo pode inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo, não deixe de compartilhar o post em suas redes sociais. Assim, o conceito de sustentabilidade também é promovido pela rede e todos podem se juntar a essa corrente!

Adicionar comentário